Férias, ócio, flash backs, e afins

 

Todos temos aquelas recordações que nos envergonham!

Sempre me pego lembrando de coisas completamente condenáveis que fiz em um passado não muito distante e que, de uma forma ou de outra contribuíram para o meu crescimento (?) pessoal.

Ainda não cheguei a conclusão se devo ou não ficar feliz ao ler e reler coisas que escrevi há alguns anos. (ficar triste por ler tantos “miguxês” ou ficar alegre por ter evoluído? Eis a questão!)

As complicações de antes eram tão simples e tratadas como fardos gregos, mas mesmo assim eu não desistia. Aliás, meu dia parecia ter 24 horas, e não as 12 de hoje.

            Enfim... mexer em tanto papel e CDs antigos faz mal a rinite de qualquer um ¬¬

 

 

Zuvindo: Backstreet Boys – Show me the Meaning of being lonely (pra não sair do clima nostálgico)

Borboletas

Durante a festa de formatura de um grande amigo ouvi a seguinte frase:

- Se você não tivesse ido embora, estaria se formando com a gente!

 

Desde então estou o tempo inteiro fazendo um paralelo entre a minha realidade e o que teria acontecido caso eu tivesse terminado, ou melhor, iniciado o curso de direito ¬¬ (ou qualquer outro curso)

Esse “Efeito Borboleta” maltrata, estressa mas dá a incrível chance de repensar os meus atos.

 

Até porque, corroborando a tudo isso, um outro amigo (é, pense num pessoal pra bagunçar minha cabeça) me fez lembrar a Teoria da Conspiração, no tocante ao bater de asas de uma borboleta (haja borboleta).

Às vezes perco tempo demais tentando ajudar alguém que não pediu a minha ajuda (talvez pra compensar o meu trauma de não ter sido escoteira)

Esse tempo deveria ser gasto com certas pessoinhas que, por serem denominadas “amigas para toda a vida”, acabo deixando-as um pouco de lado.

- Vou passar 10 dias completamente longe de você, e, quando você sentir a minha falta, tente encontrar conforto nesses seus “amigos”. Daí você terá a prova do que é realmente um amigo pra todas as horas (nada como um drama pra me derrubar!) ¬¬

 

É... Eu não estava percebendo esse meu erro crasso... Precisei me redimir, (re)conquistar espaços que estavam meio que abandonados...

 

Esse post está recheado de entrelinhas, até porque daria para escrever um livro só com esses últimos acontecimentos, mas estou deixando registrado aqui, caso eu venha a “esquecer” =P

 

Bem... por hoje é só, pessoal!

 

Zuvindo: Capim Cubano - El Dorado

Podes ver?
O escuro chegou
A luz se apagou
as formas disformam
os seres se tornam
nada
é

Zuvindo: Bidê ou Balde - Mesmo que Mude

Como não escrevo nessa bodega há tempos, resolvi postar,  em homenagem a um ser que anda me chamando de emo  _|_  , esse troço escrito no meu orkut:

 

 

"O QUE SERIA UM PAR PERFEITO??

 

Alguém comum, sem destaques evidentes, sem cavalos brancos ou dentes perfeitos.
Alguém que saiba se aproximar sem ser invasivo ou que não se esforce tanto para parecer interessante.

Alguém a quem eu não precise impressionar com discursos inteligentes ou com demonstração de segurança e autoconfiança.

Alguém que me roube um beijo no meio de uma briga e me tire a razão sem que isso me ameace.

Alguém que me diga que eu canto mal e falo demais e ria das vezes em que eu for desastrada.
Alguém com quem eu queira estar, sem motivo certo. Com qualidades e defeitos suportáveis. Que não seja bonito mas mesmo assim eu não consiga olhar em outra direção.


Alguém assim. Imperfeito. FEITO PRA MIM!”

 

 

Ahhh.. Já que o meu niver ta chegando, se acharem alguém assim embrulha pra presente e manda pra Mossoró! (a partir do dia 13, de preferência)

 

 

Zuvindo: Biquíni Cavadão – Você existe, eu sei

Já que estou sem tempo para escrever (fim do semestre da faculdade), deixo um texto que achei super interessante!

 

QUEM É LOUCO?

 

Ele que ouve vozes ou você que não ouve ninguém?
Ele que vê coisas, ou você que só se vê?
Ele que diz o que pensa ou você que não pensa para falar?
Ele que diz ser rei ou você que se acha um e não diz?
Ele que não estabiliza o humor ou você que o finge estável?
Ele que cria neologismos ou você que não sai das estereotipias?

Ele que tem fuga de idéias ou você que não abre mão das suas?
Ele que não dorme à noite ou você que dorme durante toda a vida?
Ele que tenta se matar ou você que se mata todo dia?
Enfim, quem é louco?
Ele que não se mascara ou você que não tira a máscara e vive na fantasia?
Quem é louco?
Tire sua máscara antes de perguntar...

 

Por Gisele Torres

(paciente do Centro Psiquiátrico Pedro II, Rio de Janeiro)

 

Os olhos  pousados sobre a paisagem do real, não mais  insistem em vaguear pelos caminhos de outrora.

A estrada já cansou de esperar os passos que jamais virão.

Aquele sentimento parece agora distante, jamais vivenciado em sua plenitude...

Por fim, guardou  todas as palavras que desejavam ser confissão.

No colchão do silêncio repousa o amor, já letárgico por tanta espera  que,

através das mãos da noite, viu ser contornada  a penumbra da sua solidão

 

 

Zuvindo: Keane - Somewhere Only We Know (música que não me larga há dias)

 

 

 Di

      v

         ag

              ações...

 

 OitoMilTrezentos&Trinta&UmPensamentosUtópicosEmMente!

 Tudo em (des)harmonia monocromática...

 

 Zuvindo: Mombojó Duas Cores

 

 PS: Los Hermanos domingo!  _õ/  \O/ 

Por favor... Não regresses. Já não sei viver sem a tua ausência.
Necessito te esperar todos os dias, de sentir a tua falta.
Não, não te atrevas a retornar
Pois não saberia o que fazer com tudo que
 guardei para ti...

Zuvindo: Katie Melua - Just Like Heaven

AMARELAMOS diante dos AZUIS vestidos de branco!!!

Amarelos mercenários!!!!

O futebol acabou!

Essa Copa é uma máquina de fazer dinheiro, contratos, patrocínios, publicidade...

Tudo isso é uma piada de mau gosto!!

Quem sabe agora os brasileiros voltem a discutir política, já que estamos em ano de campanha?!?!

O brasileiro terá que pedir mais pão, pois o circo já terminou. Na Europa ainda é espetáculo da arena sem sangue: este seria o ponto positivo do futebol.

Maaaaaas, é assim mesmo...

Nada como uma copa atrás da outra.

Devemos mais respeitar, a ser respeitados.

Nada de FAVORITISMO.

O que vale mesmo é bola no pé (que o diga ZIZOU) e bola na rede (que o diga HENRY).

 

Agora é África 2010!! E que sejamos mais humildes, patrícios e amantes do futebol!

Shhhh....

Ouça o barulho do silêncio...

Deixa este maravilhoso silêncio prevalecer...

Não temas se ele revelar  algo que não queiras dizer, que queiras guardar apenas para ti...

O silêncio diz tanta coisa, e, por vezes, basta um momento assim, para esclarecer melhor o que tentas  explicar por palavras durante tanto tempo...

Palavras que, nestes momentos, se revelam tão diminutas...

Vamos ficar assim nem que seja por apenas uns poucos minutos, porque para mim são eternidades que me fazem perceber tudo o que és, tudo o que sentes, tudo o que pensas...

Não precisas dizer nada, este silêncio já diz tudo o que deverias falar, será que não percebes isso?!?

Não temas! Tudo o que ele te diz é só a verdade!

Porém, isso é um segredo nosso...

.

.

.

Shhhh...

 

Zuvindo: Jack Johnson - Questions

 

Off line...

 

Como o assíduo trio de três pessoas estará off por esses dias (pc quebrado, viagem para um vilarejo a fim de visitar os avós e 3 provas na semana – não necessariamente nessa mesma ordem), vou ficar mais Off no pc e On na vida de alguém muito interessante e que anda jogada às traças: Euzinha aqui! (sem drama)

São poucas as pessoas que realmente se importam com os sentimentos alheios! Contar os problemas todos sabem, ouvir é um dom que poucos possuem... Ainda bem que hoje consegui preencher com facilidade todos os dedos com nomes comprovadamente confiáveis (sou abençoada, eu sei!)

Eu adoro ouvir e, principalmente falar, opinar (e é?!). Entretanto, estou com preguiça de ler e digitar sobre realidades das quais não faço parte e cuja recíproca é algo inexistente... ¬¬

E já respondendo a uma pergunta que acabou de ser feita pelo msn: Não, isso não é um ataque emocional. Meus telefones não serão desligados, tampouco a minha porta será fechada!

 

* Não deveria doer, mas dói *

* A dor é inevitável, o sofrimento é opcional * (R. Russo)

* Gritos mudos sufocam meus tímpanos *

* Colocando a minha utilidade como um benefício próprio e quase exclusivo *

 

 

Zuvindo: a luta entre os meus dedos e o teclado

MOMENTOS III

 

Havia festa na casa de Hugo. Chegando lá, mesmo com um monte de gente, saí à procura do meu amigo Pdin... Ao encontrá-lo jogado no sofá, joguei-me por cima (ato que se repetia durante  anos e anos...)

Após momentos de carinhos e puxões de orelha, virei para o lado e vi uma doidinha muito mal encarada...

Ela olhou para mim e disse:

- Posso falar com o MEU namorado?

Quando fui me apresentar, meio sem jeito, ela me respondeu com um seco:

- Eu sei quem você é. ¬¬ (ótima maneira de conhecer pessoas novas)

Tudo indicava que viveríamos em pé de guerra...

O tempo, entretanto, mudou esse quadro...

Ela percebeu que o amor que cultivo pelos os meus amigos é  incondicional e imutável... ;)

E eu notei nela uma romântica boba como eu e que faria o meu, ou melhor, o nosso Pdin, muito feliz, para sempre! :D

Se existe destino, ele nos uniu como “unha e cutícula”...

É como aquela história de anjo com uma asa só...

Temos muitos momentos maravilhosos juntas, mas quis enfatizar esse pois prova que nem sempre a primeira impressão é a que fica :)

 

 

Zuvindo: Ludov – Dois a Rodar (Na nossa versão DUPLASERTANOJENTA)

Hoje foi o dia dos namorados... (Jura?!)

Quase que não sobrevivia ao bombardeio de slogans cheios de amor (?)

Todos os meios de comunicação só falavam nessa data!

Infelizmente não é tão simples desligar-se disso tudo...

Depois de um dia mega corrido, quando se está sozinho(a) em casa, é quase que inevitável ligar a TV, um rádio, um pc... Qualquer coisa que sirva como uma espécie de companhia...

Confesso que passar o dia dos namorados aqui em Mossoró não é melhor coisa do mundo... Principalmente com a combinação gripe + chuva...

Algumas pizzas, filmes de comédia romântica, gargalhadas, abraços...

Mas, sinceramente, eu teria trocado tudo isso por notícias de um certo Toshio Eimori...

 

 

Misantropia 100%  (Can you save me?!) ¬¬

 

 

Zuvindo: Hateen - 1997

MOMENTOS II:

 

Sabe quando você entra em um ônibus esperando dormir a viagem inteira e, de repente, encontra alguém e começam a conversar e as horas do percurso transformam-se em poucos minutos???

Você já se apegou facilmente a alguém??

Você já quis abrir a cabeça desse alguém e mostrar que as coisas podem ser diferentes??

Você começa a sorrir simplesmente quando alguém esboça um sorriso??

Espero que sim... Se não, vou te apresentar alguém...

 

Porém, não te prometo quando, pois raramente vejo alguém ¬¬

 

 

Zuvindo: Ludov - Sério

 

MOMENTOS I:

Era dia 31/03/2004...

Alguém do outro lado do país envia pelo correio algo que tornaria, 2 dias depois, a minha noite inesquecível!

Não esperava que o porteiro, às 22 horas de uma sexta-feira, viesse me entregar o tão aguardado envelope...

Foi a primeira vez que vi a sua letra. Pela primeira vez tive uma prova real da tua existência...

Lembrei que preciso te mandar algo do tipo... Já que tenho o endereço poderia me enviar, todavia, prefiro não correr o risco de devolução  ¬¬

Esse envelope está junto com as coisas que realmente considero valiosas =)

Quero ouvir a tua voz em breve me mandando um “xero”

Estou orando por você!

 

 

 

Zuvindo: Samuel Rosa e Penélope – Continue Pensando Assim (nossa música!!!!) ou qualquer música de Ratto!

 

PS: “Sempre estarei aqui quando você precisar de mim”

 

[ ver mensagens anteriores ]
Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, Mulher, de 20 a 25 anos